Skip to the content

Johma & Automação

''Um armazém automatizado tem inúmeras vantagens, mas é muito sensível a variações. E são poucos os fatores que causem tantas perturbações como uma palete danificada. É algo que queremos mesmo evitar. A melhor maneira de evitar interrupções seria comprar novas paletes para cada entrega, mas isso não é prático nem rentável, razão pela qual o sistema de pool constitui a melhor alternativa.”

Remco Rijsenbrij, Diretor de Operações Johma

 

Mas não se limite a acreditar no que Remco afirma.

Pooling de paletes é a melhor alternativa para um armazém automatizado

A automatização de armazéns aumenta de forma rápida tanto da parte do produtor como da parte do retalhista. Mesmo que como produtor (ainda) não tenha o seu armazém automatizado, é importante ter consciência de que do lado do retalhista esse já é frequentemente o caso. É por isso que é importante utilizar paletes de alta qualidade que aguentem a viagem através de um armazém sem qualquer problema.

A Johma é uma marca estabelecida premium holandesa que produz saladas e produtos relacionados e automatizou o seu armazém com a ajuda da Rolan Robotics. A empresa utiliza a IPP para movimentar umas 150.000 paletes por ano. Segundo o Diretor de Operações, Remco Rijsenbrij: “Um armazém automatizado oferece grandes vantagens mas também é muito sensível a perturbações. E uma palete danificada é uma dessas perturbações. Coisa que devemos evitar. A melhor maneira de o fazer é comprar novas paletes para cada vez. Visto isso não ser viável, precisamos de uma solução que se aproxime. Pooling de paletes é assim a única alternativa que pode ser considerada satisfatória.”

Futuro

No futuro o Remco gostaria de trabalhar mais de perto com parceiros da cadeia, como a IPP. “Neste momento não é possível evitar que de vez em quando uma palete danificada entre no processo. Por isso seria bom que todos juntos organizássemos um centro de medição independente. Um lugar onde todas as paletes tenham entrada automática e à base de requisitos estritos sejam testadas arbitrariamente. E gostaríamos de participar nos próprios centros de distribuição. Que justamente aí as paletes boas e as danificadas sejam separadas umas das outras e sejam enviadas para o local correto. Neste momento recebemos tudo misturado, o que significa que andamos regularmente a arrastar ‘madeira vazia’.”

O Remco ainda tem mais planos. Para entrada controlada, por exemplo. Trata-se de uma plataforma automatizada que leva a carga para dentro e ao mesmo tempo verifica as paletes antes de estas serem enviadas para o armazém: “Às vezes estamos irrevogavelmente parados por causa de uma palete danificada. Se conseguirmos automatizar o processo de controle, talvez no futuro possamos evitar isso totalmente. Verificar cada palete manualmente não é opção.”

Cooperação

Quando o Remco começou a trabalhar para a Johma entrou em parcerias de longo prazo com empresas que ainda tinham muito a ganhar. Empresas com espírito empresarial que, assim como a Johma, estavam determinadas a dar o seu melhor. A IPP é um desses parceiros: “A profundidade que assim atingimos não se poderá realizar com qualquer contratante novo. E quando os parceiros se conhecem bem, há boa vontade entre eles e faz-se mais um pelo outro do que o que está no contrato. Essa lealdade e valores compartilhados dão prestígio ao meu trabalho.”

Decida por si

Por que não descobrir o que podemos fazer por si? Preencha o formulário e iremos contactá-lo o mais rápido possível.